Diva dos anos 80, Rosanah faz o show de abertura da Parada do Orgulho LGBT Rio

rosanah

 Diva dos anos 80, Rosanah faz o show de abertura da 19ª Parada do Orgulho LGBT Rio

Apresentação será na Casa das Beiras no próximo dia 11

 A festa de abertura da 19ª Parada do Orgulho LGBT-Rio promete reunir vários representantes da cena e do movimento LGBT no próximo dia 11 na Casa das Beiras (R. Barão de Ubá, 341 – Praça da Bandeira) a partir das 20h. Ao som de Rosanah, musa dos anos 80 que ficou imortalizada através da música “O amor e o poder” a plateia poderá conferir outros sucessos como “Custe o que Custar”, “Vício Fatal” e “Direto no Olhar”.

A drag queen Núbia Pinheiro recepcionará as pessoas que forem prestigiar as apresentações artísticas da noite e também para dar voz à luta contra a homofobia, que continua fazendo vítimas todos os anos no país. Entre as artistas que ocuparão o palco da Casa das Beiras estão: Veluma, Tammy La Close, Regine de Mônaco, Luiza Gasparelly, Sissy Diamond e Andrea Gasparelly. A apresentação ficará por conta de Meime dos Brilhos e Sula Lastorini.

Julio Moreira, diretor sociocultural do Grupo Arco-Íris, organizador da Parada, afirma que a visibilidade da comunidade LGBT nas Paradas, através de eventos culturais, contribui para a efetivação de políticas públicas. Ele aproveita para convidar todos e todas a estarem em Copacabana no domingo, dia 16, para se unirem a milhões de vozes em busca do respeito aos direitos e à cidadania de LGBTs.

 

Serviço:

11 de novembro de 2014 (terça-feira), às 20h

R. Barão de Ubá, 341 – Praça da Bandeira | Telefone: (21) 2273-1897

Entrada: uma lata de leite em pó

Classificação: 16 anos (acompanhado por um responsável)

Capacidade: 400 pessoas

HOMOFOBIA CRIMINALIZAÇÂO JÁ!

AMANHÃ!
17 DE MAIO DE 2012
12h – Cinelândia
(nas escadarias da Câmara dos Vereadores)
HOMOFOBIA CRIMINALIZAÇÂO JÁ!
Esteja presente.
COMPARTILHE no seu FB
Traga suas Bandeira e Faixas!

Entre os anos de 1948 e 1990, a Organização Mundial de Saúde (OMS) classificava a homossexualidade como um transtorno mental. Neste período, usava-se o termo “homossexualismo” para referir-se à orientação sexual de uma pessoa. Vale ressaltar que o sufixo “ismo” significa “doença”, uma “patologia”.

Há exatos 21 anos, ou seja, em 17 de maio de 1990, a assembleia geral da Organização Mundial de Saúde (OMS) aprovou e oficializou a retirada do Código 302.0 (Homossexualismo) da CID (Classificação Internacional de Doenças), e declarou oficialmente que “a homossexualidade não constitui doença, nem distúrbio”.
A partir deste fato histórico o Movimento LGBT Mundial tem priorizado a propagação mundial do termo “homossexualidade” em vez de “homossexualismo”. Por esta razão, o dia 17 de maio tornou-se uma data simbólica e histórica para o Movimento LGBT Mundial que incentiva a promoção de eventos de conscientização pública em todas as regiões do planeta, visando chamar a atenção das pessoas, principalmente de autoridades públicas e políticas, inclusive gestores públicos, para a necessidade cada vez mais urgente de combater e erradicar a homofobia, em suas mais diferentes formas de manifestação e ação (homofobia, lesbofobia e transfobia) e, assim, evitar que cada vez mais pessoas inocentes da sociedade continuem sendo brutal e covardemente assassinadas por causa de suas orientações sexuais e/ou identidades de gênero.

DIV.A – Diversidade em Animação 2012

A quarta edição do Diversidade em Animação (DIV.A) acontecerá de 4 a 13 de maio de 2012, exceto dias 7 e 8 de maio, sessões às 15h30, 17h, 18h30 e 20h no Cine Cultural Justiça Federal, Rio de Janeiro. O DIV.A é focado na exibição e premiação dos melhores filmes de animação LGBT de todo o mundo.

56 filmes de animação, brasileiros e estrangeiros, participam desta edição do festival. A COMPETIÇÃO INTERNACIONAL DE CURTAS reúne 22 animações que estreiam no Brasil e serão analisadas pelos júris (popular, técnico e do festival). As melhores animações serão anunciadas e exibidas no dia 13 de maio, último dia do festival, nas sessões de 18h30 e 20h no programa PREMIADOS 2012. O programa FINALISTAS E PREMIADOS 2010 e o FINALISTAS E PREMIADOS 2011 reapresentam as melhores animações do festival escolhidas pelos júris dessas duas edições do festival.

O ESPECIAL LISA T exibe quatro curtas-metragens animados de Lisa T, que se relacionam com o “gênero ser”. A identidade secreta de Lisa T é o diretor de animação Lasse Persson, que é animador há mais de 20 anos. O ESPECIAL MAIS INFLAMADO destaca os curtas de animação com conteúdo sexual mais quentes e polêmicos do festival. No ESPECIAL SEM SAÍDA, estreiam as animações da campanha da ORAM, a Organização de Refúgio, Asilo e Migração que oferece serviços jurídicos para pessoas LGBT vivendo em países hostis. São quatro animações, que concentram-se em histórias de pessoas LGBT vivendo na Jamaica, Irã, Iraque e Zimbabue. As animações transmitem os horrores da vida diária de pessoas não-heterossexuais vivendo em ambientes extremamente intolerantes.

DIV.A também é ponto de encontro de profissionais do cinema de animação. No dia 05 de maio, sábado, 15h30, no Cine Cultural Justiça Federal, o festival apresentará o DEBATE “Futuro do Cinema de Animação LGBT no Brasil” com os animadores Alan Nóbrega (Brasil), Luciano Figueiredo (Brasil), Mauricio Marins (Brasil) Santiago Rojas (Equador), Xavier Zúñiga (Equador) e outros convidados. E a animação continua no DIV.A A FESTA com projeções de animações flamejantes sincronizadas com os hits internacionais das pistas mais livres e brilhantes do mundo. A diversão começa às 23h, do dia 10 de maio, quinta-feira, na The Week.

Este festival é realizado pra quem adora o cinema internacional de animação e acredita que todas as pessoas, independentemente da orientação sexual ou identidade de gênero, devam apreciar toda a gama de direitos humanos, sem exceção.

Vinheta Oficial do DIV.A 2012 http://youtu.be/4zZ40FGb9yw
Curtir www.facebook.com/diversidadeemanimacao

Visite www.diversidadeemanimacao.com.br

AGENDA

04 de maio, sexta-feira, no Cine Cultural Justiça Federal

15h30 – Retrospectiva Finalistas e Premiados de 2011

17h – Especial Sem Saída + Competição de Curtas 2

18h30 – Especial Mais Inflamado + Competição de Curtas 3

20h – Competição de Curtas 1 + Especial Lisa T

05 de maio, sábado, no Cine Cultural Justiça Federal

15h30 – Debate: “Futuro do Cinema de Animação LGBT”

17h – Competição de Curtas 1 + Especial Lisa T

18h30 – Especial Sem Saída + Competição de Curtas 2

20h – Especial Mais Inflamado + Competição de Curtas 3

06 de maio, domingo, no Cine Cultural Justiça Federal

15h30 – Especial Mais Inflamado + Competição de Curtas 3

17h – Retrospectiva Finalistas e Premiados de 2010

18h30 – Competição de Curtas 1 + Especial Lisa T

20h – Especial Sem Saída + Competição de Curtas 2

09 de maio, quarta-feira, no Cine Cultural Justiça Federal

15h30 – Especial Sem Saída + Competição de Curtas 2

17h – Especial Mais Inflamado + Competição de Curtas 3

18h30 – Retrospectiva Finalistas e Premiados de 2011

20h – Competição de Curtas 1 + Especial Lisa T

10 de maio, quinta-feira, no Cine Cultural Justiça Federal

15h30 – Competição de Curtas 1 + Especial Lisa T

17h – Especial Sem Saída + Competição de Curtas 2

18h30 – Especial Mais Inflamado + Competição de Curtas 3

20h – Retrospectiva Finalistas e Premiados de 2010

23h- DIV.A A FESTA (The Week Rio)

11 de maio, sexta-feira, no Cine Cultural Justiça Federal

15h30 – Retrospectiva Finalistas e Premiados de 2011

17h – Competição de Curtas 1 + Especial Lisa T

18h30 – Especial Sem Saída +Competição de Curtas 2

20h – Especial Mais Inflamado + Competição de Curtas 3

12 de maio, sábado, no Cine Cultural Justiça Federal

15h30 – Especial Mais Inflamado + Competição de Curtas 3

17h – Retrospectiva Finalistas e Premiados de 2010

18h30 – Competição de Curtas 1 + Especial Lisa T

20h – Especial Sem Saída +Competição de Curtas 2

13 de maio, domingo, no Cine Cultural Justiça Federal

15h30 – Retrospectiva Finalistas e Premiados de 2010

17h – Retrospectiva Finalistas e Premiados de 2011

18h30 – Premiados de 2012

20h – Premiados de 2012

SERVIÇO

DIV.A – Diversidade em Animação 2012

Data: 04 a 13 de maio de 2012 (exceto dias 7 e 8 de maio)

Horário de início das sessões: 15h30, 17h, 18h30 e 20h.

Local: Cine Cultural Justiça Federal (Av. Rio Branco 241 – Centro, Rio de Janeiro)

Ingresso: R$ 12,00 (inteira) e R$ 6,00 (meia)

DIV.A A FESTA

Data: 10 de maio de 2012, quinta-feira.

Horário: 23h.

Local: The Week (Av. Sacadura Cabral Saúde 154 – Saúde. Rio de Janeiro)

Preço: R$ 25,00 (antecipado na Cox Ipanema), R$ 30,00 (Lista-amiga até1h) e R$ 45,00 (na porta)

Lista-amiga: nomes para divaafesta@gmail.com até 22h do dia 10 de maio.

Classificação indicativa do festival: Não recomendado para menores de 18 anos

SHOW DE ABERTURA DA PROGRAMAÇÃO OFICIAL DA 16ª PARADA DO ORGULHO LGBT – RIO 2011

SHOW DE ABERTURA DA PROGRAMAÇÃO OFICIAL DA 16ª PARADA DO ORGULHO LGBT – RIO 2011

12 de setembro – segunda-feira – 20h

Com: Jane di Castro, Lorna Washington, Regine de Mônaco, Rose Bombom, Suzy Brasil, Karina Karão, Kayka Sabatella, Sarah Stevens, Veluma,
Luiza Gasparelli, Desirré, Aline Ramos, Biano Rafa, Elza Ribeiro, Juliana Farina.

Participação Especial: Isabella Taviani

Apresentação: Meime dos Brilhos e Sula Lastorini

Doors: Luiza Moon,  Eula Rochard, Núbia Pinheiro e Danny D´Avalon

Teatro João Caetano

Pç. Tiradentes, s/n – Centro –  Rio de Janeiro

Tel: 21 2332-9166 / 21 2332-9257

Ingressos: R$ 1, 9 9

NESTA SEXTA – 19/08 -LOUNGE ARCO-ÍRIS “MÊS DA VISIBILIDADE LÉSBICA”

O GRUPO ARCO-ÍRIS CONVIDA TOD@S PARA O LOUNGE ARCO-ÍRIS “MÊS DA VISIBILIDADE LÉSBICA”

DIA 19.08.11 ÀS 18 H NA SEDE DO GRUPO – RUA DO SENADO 230, COB.01.TELS. 2222.7286 E 22150844

O LOUNGE TERÁ:

  1. MÚSICA AO VIVO COM NANA KOZAK;
  2. EXPOSIÇÃO DE FOTOGRAFIAS COM ALINE MACEDO;
  3. POESIAS;
  4. TEATRO;
  5. COMIDA;
  6. DOCES PERSONALIZADOS;
  7. SORTEIOS DE BRINDES;

CONVIDE AS AMIGAS E OS AMIGOS.

ENTRADA FRANCA.

ESPERAMOS POR VOCÊ.

Nesta SEXTA – 15/07 – LOUNGE ARCO-ÍRIS – Arraiá do Orgulho

Lounge Arco-Íris – Especial Arraiá do Orgulho

Não perca!! Nesta sexta (15/07), a partir das 18h, acontece o Lounge Arco-Íris – Especial Arraiá do Orgulho.  O Grupo Arco-Íris convida você para dançar quadrilha, tomar uma cervejinha gelada, fazer um happy hour, conhecer gente e depois se acabar na Lapa…

ESPALHE!! CONVIDE AMIG@S!!!

Apoio: Instituto Arco-Íris, Projeto Entre Garotos, Projeto Laços & Acasos e Empório Almir França

E não dê mole! Use camisinha e a sainha!!

SERVIÇO

Dia 15 de Julho de 2011 (Sexta)

A partir das 18 horas

Local: Grupo Arco-Íris – Rua do Senado, 230 cobertura – Centro – Rio de Janeiro – RJ

ENTRADA FRANCA!

Infos: 21-2222-7286 // www.arco-iris.org.br

Nesta sexta! Roda de conversa com o Deputado Federal Jean Wyllys.

Nesta SEXTA, 1 de JULHO, às 19hs, comemorando a semana do Orgulho LGBT, o Grupo Arco-Iris recebe em sua sede, para uma roda de conversa, o Deputado Federal Jean Wyllys (PSOL-RJ). O parlamentar comentará sua experiência no Congresso Nacional e fará uma análise sobre as conquistas e desafios da luta pela cidadania plena de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais no Brasil. Esperamos você! Entrada franca. O Grupo Arco-Íris fica na rua do Senado, 230, cobertura – Centro – Rio de Janeiro, tel: 2222-7286.

Grupo Arco-Íris: 18 anos de luta pela cidadania LGBT

Organização de defesa dos Direitos de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais (LGBT) comemora a data neste final de semana.

O Grupo Arco-Íris de Cidadania LGBT completa 18 anos neste final de semana, e marca a data com várias atrações a partir desta sexta com um bate-papo, às 19hs, com o Dr.Roberto Gonçale, membro da Comissão de Direitos Humanos da OAB e assessor técnico do mandato da Deputada Estadual Janira Rocha, comentando a vitória no STF e tirando dúvidas sobre a união estável, na sede do Grupo – Rua do Senado, 230 – cobertura 1 – Centro; amanhã, sábado, a partir das 20h, no bar/boate Sinônimo Lapa, na Av. Mem de Sá, 118, sobrado – Lapa; e no domingo, a partir das 22h, na Boate 1140, Rua Capitão Menezes, 1140 – Praça Seca.

Fundado em 21 de maio de 1993, o Grupo é uma organização de referência na promoção da cidadania LGBT no Brasil e desenvolve Projetos de Direitos Humanos, educação, cultura e um dos maiores eventos ao ar livre do Rio: a Parada do Orgulho LGBT, que acontece na praia de Copacabana, desde 1995. Neste sábado, além das apresentações de Juliana Farina e Elza Ribeiro, no Sinônimo Lapa, a noite conta com a presença de gogo boys e das artistas transformistas Lorna Washington, Jani Di Castro, Meime dos Brilhos e Desiree.

Durante as comemorações o Grupo lançará o Vídeo “Lições aprendidas: estratégias de prevenção com jovens gays” e o material de prevenção direcionado aos rapazes: “Sexo aqui e agora! Você tem camisinha?”. Outra campanha que também será lançada é voltada para saúde das lésbicas e das mulheres bissexuais e levanta questões como “Tudo que lésbicas e mulheres bissexuais deveriam saber ao ir ao ginecologista!”.

Para Julio Moreira, presidente do Arco-Íris, “o momento é de comemorar nossa maioridade, a vitória com o reconhecimento das uniões homoafetivas pelo STF e o sucesso da Semana de combate a homofobia, em Brasília. Contamos com a presença dos amigos, colaboradores e simpatizantes, sábado, no Sinonimos e, no domingo, na 1140”.

O quê?

Aniversário do Grupo Arco-Íris, comemoração da semana de combate à homofobia e vitória do reconhecimento das uniões civis homoafetivas pelo Supremo Tribunal Federal.

Quando e onde?

Sexta – Grupo Arco-Íris – Rua do Senado, 230 – cobertura 1 – Centro. 19h (entrada livre);

Sábado – Bar e Boate Sinônimo – Av. Mem de Sá, n. 118, Lapa. (www.sinonimolapa.com.br)

A partir das 20h. Entrada R$10 das 20h às 22h, R$15 das 22h às 00h.

Domingo – Boate 1140 Rua Capitão Menezes, 1140, Praça Seca. (www.boite1140.com.br)

A partir das 22h. Entrada R$5 com flyer até as 23h, sem flyer R$10 até as 00h, R$15 após 00h.

Mais informações:

21 – 2222.7286 – Grupo Arco-Íris de Conscientização Homossexual

21 MAIO – ANIVERSÁRIO DE 18 ANOS DO GRUPO ARCO-ÍRIS

Venha comemorar conosco no Clube Bar Sinônimo Lapa

Dia 21/05/2011 – Sábado – A partir das 20h

Shows com Juliana Farina

participação especial Elza Ribeiro

Artista convidadas:

Jani Di Castro

Meime dos Brilhos

Lorna Washington

Desirrée

Av. Mem de Sá, 118 sobrado- Lapa – Rio de Janeiro

Entrada: R$10 das 20h às 22h / R$15 das 22h às 00h (sujeito à alterações) Aceita-se cartões.

Proibida a entrada de menores de 18 anos.

www.sinonimolapa.com.br

Encontro Arco-Íris

Nesta sexta, 8 de abril, às 19:30, rola um bate-papo sobre os primórdios do Movimento LGBT, com leitura e comentários  de trechos do livro “Sopa de Letrinhas? – Movimento homossexual e produção de identidades coletivas nos anos 90” da pesquisadora Regina Facchini (Rio de Janeiro, Garamond – 2005). Vamos discutir sobre como o ativismo se estruturou em seu início e quais os principais impactos dentro e fora do Movimento LGBT.

Dia 8 de abril de 2011 (sexta)

Local:Grupo Arco-Íris – Rua do Senado, 230 –  Cobertura – Centro – Rio de Janeiro

Horário: 19:30h

Infos: 21-2222-7286

Lounge Arco-Íris

Nesta sexta, 29/04, acontece a segunda edição do LOUNGE ARCO-ÍRIS – um espaço pra você curtir antes de cair na night.

Um happy hour com boa música, cervejinha, dicas de saúde e cidadania e gente bacana pra conhecer e bater papo, toda última sexta-feira do mês.
Nesta edição, vamos sortear 10 entradas VIP para o Club/Bar SINÔNIMO LAPA (www.sinonimolapa.com.br), para que a sua animação continue a noite toda.

Serviço:
Lounge Arco-Íris
Rua do Senado, 230 cobertura – Centro (próx. a Pç. da Cruz Vermelha) – Rio de Janeiro – RJ
Das 18h às 22h
Entrada Livre

Infos: 21-2215-0844

Carta aberta da ABGLT às candidaturas de Dilma Roussef e José Serra


Prezada Dilma e Prezado Serra,

A Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais – ABGLT, é uma entidade que congrega 237 organizações da sociedade civil em todos Estados do Brasil. Tem como missão a promoção da cidadania e defesa dos direitos de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais, contribuindo para a construção de uma democracia sem quaisquer formas de discriminação, afirmando a livre orientação sexual e identidades de gênero.

Assim sendo, nos dirigimos a ambas as candidaturas à Presidência da República para pedir respeito: respeito à democracia, respeito à cidadania de todos e de todas, respeito à diversidade sexual, respeito à pluralidade cultural e religiosa.

Respeito aos direitos humanos e, principalmente, respeito à laicidade do Estado, à separação entre religião e esfera pública, e à garantia da divisão dos Poderes, de tal modo que o Executivo não interfira no Legislativo ou Judiciário, e vice-versa, conforme estabelece o artigo 2º da Constituição Federal:  “São Poderes da União, independentes e harmônicos entre si, o Legislativo, o Executivo e o Judiciário.

Nos últimos dias, temos assistido, perplexos, à instrumentalização de sentimentos religiosos e concepções moralistas na disputa eleitoral.

Não é aceitável que o preconceito, o machismo e a homofobia sejam estimulados por discursos de alguns grupos fundamentalistas e ganhem espaço privilegiado em plena campanha presidencial.

O Estado brasileiro é laico. O avanço da democracia brasileira é que tem nos permitido pautar, nos últimos anos, os direitos civis dos homossexuais e combater a homofobia. Também tem nos permitido realizar a promoção da autonomia das mulheres e combater o machismo, entre os demais avanços alcançados.  O progresso não pode parar.

Por isso, causa extrema preocupação constatar a tentativa de utilização da fé de milhões de brasileiros e brasileiras para influir no resultado das eleições presidenciais que vivenciamos. Nos últimos dias, ficou clara a inescrupulosa disposição de determinados grupos conservadores da sociedade a disseminar o ódio na política em nome de supostos valores religiosos. Não podemos aceitar esta tentativa de utilização do medo como orientador de nossos processos políticos. Não podemos aceitar que nosso processo eleitoral seja confundido com uma escolha de posicionamentos religiosos de candidatos e eleitores. Não podemos aceitar que estimulem o ódio entre nosso povo.

O que o movimento LGBT e o movimento de mulheres defendem é apenas e tão somente o respeito à democracia, aos direitos civis, à autonomia individual. Queremos ter o direito à igualdade proclamada pela Constituição Federal, queremos ter nossos direitos civis, queremos o reconhecimento dos nossos direitos humanos. Nossa pauta passa, portanto, entre outras questões, pelo imediato reconhecimento da união estável entre pessoas do mesmo sexo e pela criminalização da discriminação e da violência homofóbica.

Cara Dilma e Caro Serra,

Por favor, voltem a conduzir o debate para o campo das ideias e do confronto programático, sem ataques pessoais, sem alimentar intrigas e boatos.

Nós da ABGLT sabemos que o núcleo das diferenças entre vocês (e entre PT e PSDB) não está na defesa dos direitos da população LGBT ou na visão de que o aborto é um problema de saúde pública.

Candidato Serra: o senhor, como ministro da saúde, implantou uma política progressista de combate à epidemia do HIV/Aids e normatizou o aborto legal no SUS. Aquele governo federal que o senhor integrou também elaborou os Programas Nacionais de Direitos Humanos I e II, que já contemplavam questões dos direitos humanos das pessoas LGBT. Como prefeito e governador, o senhor criou as Coordenadorias da Diversidade Sexual, esteve na Parada LGBT de São Paulo e apoiou diversas iniciativas em favor da população LGBT.

Candidata Dilma: a senhora ajudou a coordenar o governo que mais fez pela população LGBT, que criou o programa Brasil sem Homofobia, e o Plano Nacional de Promoção da Cidadania e Direitos Humanos de LGBT, com diversas ações. A senhora assinou, junto com o presidente Lula, o decreto de Convocação da I Conferência LGBT do mundo. A senhora já disse, inúmeras vezes, que o aborto é uma questão de saúde pública e não uma questão de polícia.

Portanto, candidatos, não maculem suas biografias e trajetórias. Não neguem seu passado de luta contra o obscurantismo.

A ABGLT acredita na democracia, e num país onde caibam todos seus 190 milhões de habitantes e não apenas a parcela que quer impor suas ideias baseadas numa única visão de mundo. Vivemos num país da diversidade e da pluralidade.

É hora de retomar o debate de propostas para políticas de governo e de Estado, que possam contribuir para o avanço da nação brasileira, incluindo a segurança pública, a educação, a saúde, a cultura, o emprego, a distribuição de renda, a economia, o acesso a políticas públicas para todos e todas!

Eleições 2010, segundo turno, em 15 de outubro de 2010.

ABGLT – Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais